> home  
 
   
     
 
EDUCOMUNICANDO - 135
 
     
     
     
  > Voltar  
     
 
 
 
   
     
 

Cobertura Jornalística do Evento:

"Preparando Pessoas e Empresas para a Realidade das Mudanças"

A última série de palestras da Universo Qualidade do ano de 2009 abordou o tema “mudanças” e como elas são absorvidas pelas pessoas e pelo mundo corporativo   

 

Platéia de 500 pessoas presentes no evento para aproveitar uma tarde de conteúdo e entretenimento.

 

A relação dos homens com as mudanças sempre gerou angústias. Apesar do dinamismo que a vida insiste em nos mostrar diariamente, por muitas vezes, resistimos ao novo. Este receio, talvez possa ser explicado a partir da constatação que uma transformação representa o abandonar a familiaridade em relação ao que já se é e aceitar um convite a se apossar de uma nova possibilidade de ser no mundo.

Levando essa máxima em consideração a Universo Qualidade, convidou profissionais dos mais variados segmentos a discutir num evento batizado significativamente de Mudanças, a relação do homem e das empresas com as transformações. Realizado no teatro do Hotel Renaissance, dia 25 de novembro, o encontro contou com a presença de cerca de 500 pessoas e foi apresentado por Marlene Ortega, diretora da Universo Qualidade, que em sua explanação inicial aludiu especificamente a necessidade da integração do “novo” nas trajetórias pessoais e corporativas.

Em sua introdução, Marlene ressaltou ainda a disposição da empresa em reservar para este que foi o último evento do ano da instituição, a discussão de um tema de interesse geral, independentemente do cargo, da atividade profissional e do segmento empresarial dos presentes.

“Tudo que discutimos aqui só se concretizará em resultados positivos, se as pessoas trilharem seus caminhos na direção das transformações, justamente por isso nosso tema escolhido foi, preparando pessoas e empresas para a realidade das mudanças”, ressaltou a executiva para em seguida complementar, “a disposição para a mudança certamente é uma competência valiosíssima para o século XXI. No ritmo que estamos, precisamos mudar conceitos, posturas e atitudes todo o tempo, isto é uma realidade”.

Impermanência

Se a idéia, segundo Marlene Ortega, era abordar o tema de óticas diferenciadas, nada mais adequado do que convidar o Mestre Budista Arthur Skaker, presidente da Casa de Dharma – Centro de Meditação Theravada em São Paulo para explicar como o conhecimento adquirido a partir das experiências do Príncipe Sidatra Gautama podem auxiliar no nosso processo de transformação pessoal.

 
 

" Como seres humanos construímos modelos de felicidade em nossa mente. Por meio destes modelos projetamos nossas existências" - Arthur Shaker

 

Em sua palestra, Shaker falou do conceito de impermanência que norteia a filosofia budista e a necessidade de conscientização por parte dos indivíduos desta instancia ser incorporada ao nosso dia a dia. “Como seres humanos construímos modelos de felicidade em nossa mente. Por meio destes modelos projetamos nossas existências.

Entretanto apesar de nossos esforços de controlar a vida, as coisas mudam. Nada no mundo é permanente”.  O mestre budista ressaltou a necessidade de se buscar o equilíbrio necessário para se adequar e crescer com as mudanças de maneira interna por meio da meditação. Ensinou ainda um rápido e simples exercício de relaxamento onde um minuto de atenção direcionado a respiração a cada hora de trabalho, pode auxiliar no controle da ansiedade do nosso atribulado dia a dia.      

Quebrando paradigmas

Em seguida subiu ao palco, Gilberto Cury, uma das maiores autoridades da PNL (Programação Neurolinguistica) do Brasil. Em sua explanação, Cury que possui carreira atuando em empresas há mais de 20 anos, explicou o funcionamento da PNL e como ela pode auxiliar nas transformações de nossas vidas. “Neurolinguistica é a ciência do ‘como’. Na maioria das vezes, as pessoas sabem o que tem que fazer, só não sabem como”.  Analisou ainda a dinâmica das transformações dentro de uma empresa, e ressaltou a importância de se gerir os problemas surgidos com as mudanças e como alterá-los por meio de ferramentas propostos pela PNL. Definiu a palavra “problema” como a diferença de um estado atual com o desejado.

“A PNL é justamente um conjunto de ferramentas e estratégias para se levar um sistema do estado atual para o desejado”. Em sua apresentação, Cury abordou uma das máximas da PNL, “tudo que é dito, gera uma experiência na nossa mente. Não existe força no pensamento positivo, existe, sim, força no pensamento afirmativo”. A partir deste conceito, o palestrante indicou o correto uso das palavras como “não” e “mas” na comunicação social. “A palavra ‘mas’ é uma grande assassina de idéias, portanto é uma assassina de processos de mudanças”, alertou.

Cury ainda empreendeu uma dinâmica com os participantes visando exemplificar o quão importante é a comunicação estar em sintonia dentro de um ambiente corporativo.    

O palestrante ressaltou ainda a necessidade de se mudar os paradigmas vigentes. “Se você continuar fazendo o que sempre fez, você vai continuar obtendo o que sempre obteve”.

Ao finalizar sua explanação Gilberto Cury deu a receita para a otimização da vida profissional, “pratique três coisas: a percepção, a inovação e a criatividade”. 

 

Gilberto Cury durante sua palestra: "Se você continuar fazendo o que sempre fez, você vai continuar obtendo o que sempre obteve”

 

 

Uma nova ordem

A última palestra da tarde ficou a cargo do professor e consultor em gestão empresarial Waldez Ludwig.

O palestrante, de maneira bem humorada se apresentou revelando as transformações ocorridas em sua vida, “são seis mudanças de cidade, 20 mudanças de casa, cinco mudanças de profissão, seis mudanças de empregos, uma mudança de esposa e as três mudanças mais importantes na vida de qualquer um que são os filhos”. Ludwig se disse feliz por viver numa época receptiva a transformações rápidas. Ressaltou as grandes revoluções que a raça humana enfrentou, “a primeira mudança foi quando os homens resolveram se organizar em tribos para sobreviver.

A segunda foi a agricultura, a terceira a revolução industrial e a quarta a revolução da informática”. Ludwig apontou a internet como grande difusora de transformações, “nossos filhos não tem mais apenas um grupinho de amigos com quem se relacionam, eles tem amizades no mundo inteiro. A rede social facebook é hoje o quarto país em população do mundo. É uma nação sem território e sem líderes”.

O carismático palestrante apontou um padrão naquelas que são as grandes transformações em nossas vidas, “as maiores mudanças acontecem primeiro de maneira espiritual, depois no aspecto social, para assumir uma nova ordem e por fim se estabilizar”.

 

Waldez Ludwig: “A diferença dos seres humanos para os animais é a capacidade de inovar. O mundo deixou de ser sequencial e passou a ser randômico. Causa e efeito não existe mais”

 

Ressaltou a importância do homem como propagador de ideias e da necessidade de se valorizar a liberdade de se experimentar, “a diferença dos seres humanos para os animais é a capacidade de inovar. O mundo deixou de ser sequencial e passou a ser randômico. Causa e efeito não existe mais”.

 

Celebrando as mudanças

O evento terminou em clima de descontração inspirada pelo alto-astral de Ludwig e para todos ficou uma pulguinha atrás da orelha aquela que te faz pensar na vida, aquela que quer que você se mexa, que você reflita sobre tudo que ouviu, afinal nenhum outro ser vivo possui esta possibilidade de atender ao chamado de se apossar de seu próprio destino, a partir das transformações propostas pela vida. 

 
E que venha 2010 para continuarmos mudando e evoluindo!
Até a próxima!
 

> Voltar

 

 
     
     
   
  copyright © uniqual | webdesign hiroshi homma ®